23/07/2021

MobiCaxias comemora prorrogação de consulta pública sobre concessão de rodovias

O período de consulta pública sobre o plano de concessão de rodovias estaduais foi estendido até o final deste mês. A medida foi tomada em meio a críticas ao Governo do Rio Grande do Sul, que sofre pressão pela ampliação do debate sobre o projeto. Vale destacar que toda a documentação sobre o planejamento está disponível na página da consulta, no site da Secretaria Estadual de Parcerias Estratégicas. 

Com a extensão do prazo para a participação, a ideia é de que entidades e pessoas interessadas possam fazer análise mais cuidadosa de todos os ofícios disponíveis. O canal disposto é voltado para a elaboração de críticas, sugestões e apresentação de demandas via formulário a ser preenchido e que também está ofertado na página. Representantes do Piratini prometem que todos os encaminhamentos vão ser respondidos.

Em paralelo, o Governo debate as propostas e solicitações das regiões englobadas nos três blocos do plano em reuniões com grupos de representatividades das áreas. No Bloco 3, que inclui as estradas da Serra Gaúcha, o MobiCaxias está representado no comitê, inclusive pela coordenadora, Mônica Mattia.

O presidente do Mobi, Carlos Zignani, que acompanha Mônica na participação, comenta que parece haver disposição do Governo na busca de acordo sobre cobranças apresentadas.Ele ressalta que a reivindicação é por melhores condições de escoamento para a Serra, avaliando que a infraestrutura regional tem trechos vergonhosos. Zignani pontua que o trabalho visa o futuro, celebrando a ampliação do prazo da consulta pública. O empresário pondera que a concessão de tempo tende a auxiliar na busca por condições adequadas para todas as partes envolvidas.

Dentre as demandas apresentadas pelo grupo técnico do Bloco 3 ao Estado está a inclusão de alguns trechos no plano de concessões. Caso da parte da RSC-453 que liga a Serra com o Litoral Norte do Rio Grande do Sul. A informação é de que este debate deve ser ampliado em breve junto ao Governo.

Fonte: Rádio Caxias

Compartilhar:

Receber novidades sobre o MobiCaxias

SUBIR